Avestruz - Cultura

O termo avestruz vem do latim avis struthio: avis significa ave e struthio (ou strouthiōn) é uma palavra que os gregos antigos usavam para se referir tanto a pardais como aos próprios avestruzes. O animal foi descrito cientificamente pela primeira vez pelo naturalista sueco Carolus Linnaeus em sua obra Systema Naturae, no século XVIII. Ele batizou a espécie com o nome Struthio camelus, aceito até hoje. O epíteto específico camelus, que quer dizer "camelo", uma referência ao habitat seco da ave.

II Em 2016, foi descoberto um bem preservado espécime fóssil de pássaro datado de 50 milhões de anos que representa uma nova espécie que é um parente até então desconhecido do avestruz.

Classificação e distribuição:

Avestruzes ocorrem naturalmente nas savanas e no Sahel da África, tanto ao norte como ao sul da zona de florestas equatorial. A espécie pertence à ordem dos Struthioniformes (Ratitas). Outros membros deste grupo são a ema, o emu, o casuar e a maior ave de todos os tempos, o extinto Aepyornis. Cinco subespécies são conhecidas:

  • S.c. camelus no Norte de África, também chamado avestruz-do-norte-da-áfrica ou avestruz-do-pescoço-vermelho.

  • S.c. massaicus na África Oriental, algumas vezes chamado de avestruz-masai. Durante a estação de acasalamento, o pescoço e as coxas do macho ficam laranja-rosado. Ocupa uma faixa entre Etiópia e Quênia no leste até o Senegal no oeste, e da Mauritânia oriental no norte até o sul do Marrocos no sul.

  • S. c. australis na África Meridional, também chamada de avestruz-meridional, ou avestruz-de-pescoço-negro.

  • S.c. molybdophanes na Somália, Etiópia e norte do Quênia, algumas vezes chamado o avestruz-somali. Durante a estação do acasalamento, o pescoço e as coxas do macho ficam azuis. Sua faixa se sobrepõe com S.c. massaicus no nordeste do Quênia. Algumas autoridades consideram o Avestruz Somali uma outra espécie.

  • S.c. syriacus no Oriente Médio, também chamado de avestruz-árabe ou avestruz-do-oriente-médio, era uma subespécie antes muito comum na Península Arábica, Síria e Iraque. Foi extinta por volta de 1940.

O avestruz é um animal bastante rústico, muito resistente a doenças e com ótima capacidade de adaptação. É criado com sucesso no Brasil, Canadá, Estados Unidos e Europa, suportando bem tanto altas quanto baixas temperaturas.

Relação com humanos:

No passado, os avestruzes foram muito caçados por suas penas, que costumavam ser muito populares como ornamentos em chapéus de mulheres e em outros acessórios. Suas peles eram também valorizadas para fazer couros finos.

 

No século XVIII, eles foram caçados quase à extinção. A criação para o comércio de penas começou no século XIX. O mercado de penas colapsou depois da Primeira Guerra Mundial, mas a criação comercial para penas, e mais tarde por peles, decolou durante a década de 1970.

Avestruzes na Arábia e sudeste da Ásia foram caçados até à extinção local em meados do século XX. Hoje, avestruzes são criados por todo o mundo, incluindo climas tão frios como o da Suécia.

Considerando que eles podem se desenvolver em climas entre 30 °C e -10 °C não é surpresa que existam fazendas em mais de 50 países ao redor do mundo, mas a maioria é ainda encontrada na África Austral. Desde que eles também tem o melhor ganho de peso por alimento de qualquer animal terrestre (3.5:1 enquanto o boi é de 6:1), eles se tornam bastante atrativos para pecuaristas. Embora eles sejam criado primeiro pelo couro e depois pela carne, outros produtos úteis são os ovos e as plumas. É afirmado que avestruzes produzem o couro mais forte comercialmente disponível¹. A carne de avestruz tem um gosto similar ao do bife magro e se compara favoravelmente, tendo pouca gordura e colesterol. A criação de avestruzes é chamada de Estrutiocultura.

Os avestruzes são suficientemente grandes para que uma pessoa pequena possa cavalgá-los; normalmente a pessoa segurará nas asas enquanto cavalga. Eles foram treinados em algumas áreas do norte da África e na Arábia como montarias de corrida.

Corridas de avestruz nos Estados Unidos foram criticadas por organizações dos direitos animais, embora seja pouco provável que tal se torne uma prática comum devido à dificuldade de montar estes animais. Avestruzes são classificados como animais perigosos na Austrália, Estados Unidos e Reino Unido. Há vários incidentes registrados de pessoas tendo sido atacadas e mortas. Machos grandes podem ser muito territoriais e agressivos e podem atacar e escoicear com muita força usando suas pernas. Um avestruz pode facilmente alcançar qualquer atleta na corrida.

 

Produtividade

São muito resistentes contra as doenças, e têm uma ótima capacidade de adaptação (criados com sucesso no Canadá, Estados Unidos, Europa e Israel), suportando altas e baixas temperaturas. Alimenta-se de ração (1,5 kg/dia) e pasto verde (2 a 5 kg/dia).

Vida longa (média de 50 anos de vida), contando de 20 a 30 anos de vida reprodutiva. O início da vida reprodutiva é com 2 a 3 anos; no Brasil há avestruzes em jardins zoológicos que iniciaram a postura com dezoito meses.

 

O mercado:

Os quatro principais produtos para comércio são:

  1. Carne: um avestruz produz entre 30 a 45 quilogramas de carne, que ao contrário de outras aves é vermelha. O avestruz alcança o peso de abate por volta de 12 meses.

  2. Couro: utilizado no fabrico de bolsas, carteiras, roupas, etc.

  3. Plumas: Uma ave adulta produz 2 kg de plumas por ano. As plumas do avestruz ainda representam objeto de comércio, e é um dos motivos pelos quais o homem caça essa ave. Tem dimorfismo sexual marcado: nos adultos, o macho é preto com as pontas das asas brancas e a fêmea é cinza, porém tal diferença só aparece a partir de 1 ano e meio de idade.

  4. Ovos: O ovo de avestruz pesa entre 1,2 kg e 1,8 kg. Ovos não fecundados são utilizados para o artesanato. Cada fêmea põe de 40 a 100 ovos por ano, e os ovos são incubados por 42 dias.

  5. Óleo e Banha de Avestruz: Com a recente descoberta dos Ômegas 3, 6, 7 e 9, além das Vitaminas A & E, um novo mercado         se inicia na tendência do "Bem estar" prometendo deixar muita gente com saúde física e financeira também.

Introdução e História da Amazon Origin

Óleo de Avestruz da Amazônia

Fonte de Ômegas 3,6, 7 e 9

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

Distribuidor oficial Amazon Struthio RJ

(21) 2589-1022

(21) 98849-5864 WAPP

Rua Capitão Felix, Nº 110

Pavimento Térreo, Galeria 3, Loja 12 - Benfica - Rio de Janeiro

CEP: 20920-310

0