Ômegas 3, 6, 7 e 9. Vitaminas A & E

Ômega 6: Ácido Linoleico. Aspectos físicos e fisiológicos.

O Ômega 6 (ácido Linoleico), é uma gordura poli-insaturada (gordura boa), assim como o ômega 3, que é primordial para que nosso organismo funcione  adequadamente.  O ômega 6 não é produzida pelo nosso organismo, por isso precisa ser consumido através da alimentação natural ou por meio da suplementação! 

 

É convertido pelo organismo em uma substância chamada PROSTAGLANDINA E1 (PGE1). Excelente para artrites e reumatoides e auxilia no combate ao alcoolismo.

 

A falta dos ômegas 6 e 3 no organismo, sugere uma síndrome de atenção dispersa e Hiperatividade. Já sua ação conjunta, desempenha papel importantíssimo no desenvolvimento do cérebro e nas funções cognitivas (funções associativas), além de gerar substâncias anti-inflamatórias. 

 

Oferece proteção contra o aumento da pressão arterial, portanto da hipertensão e também para a saúde do cérebro, evitando acidentes vasculares cerebrais.

 

Combate ao excesso de colesterol ruim, que entope as nossas veias, atrapalhando a circulação sanguínea.

 

Combate ao excesso de glicose no sangue, evitando a diabetes e as indesejáveis “gordurinhas”.

 

Todo alimento deve ser consumido na dosagem correta. Lembre-se de verificar a dosagem de acordo com o alimento consumido. Caso não saiba a dosagem de cada alimento, você pode optar por suplementos naturais e sem conservantes como o Óleo de Avestruz, onde a dosagem ministrada é de acordo com o peso.

 

Dosagem preventiva: Metade do peso em gotas.

Dosagem corretiva: Peso em gotas.

Pesquisas antropológicas sugerem que nossos ancestrais caçadores-coletores consumiam omega 6 e ômega 3 em uma proporção de aproximadamente 1:1. Isso também indica que tanto os caçadores-coletores antigos e modernos eram livres de doenças inflamatórias, como doenças cardíacas, câncer e diabetes, que são as causas primárias de morte hoje em dia.

 

No inicio da revolução industrial (cerca de 140 anos atrás), houve um marco na mudança da proporção dos ácidos graxos ômega n-6 para n-3 na dieta. 

 

O consumo de gorduras n-6 aumentaram ao custo das gorduras n-3. Esta mudança foi devida a dois adventos: a indústria moderna de óleos vegetais e o aumento do uso de grãos e cereais como ração para os animais (o que consequentemente alterou o perfil de ácidos graxos na carne que os humanos consumiam).

Óleo de Avestruz da Amazônia

Fonte de Ômegas 3,6, 7 e 9

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

Distribuidor oficial Amazon Struthio RJ

(21) 2589-1022

(21) 98849-5864 WAPP

Rua Capitão Felix, Nº 110

Pavimento Térreo, Galeria 3, Loja 12 - Benfica - Rio de Janeiro

CEP: 20920-310

0